Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 6 de dezembro de 2014

E se ?

E se minha casa não fosse forte
Talvez o vento das tempestades assombraria minha infância
Por qualquer raio que me fez tremer
Por toda agonia que um dia senti

E se meu santo não fosse forte
O carro que driblou a curva da morte teria beijado os pés de um deus
Enquanto sorri com o cu na mão
Enquanto fiz teatro por merda nenhuma

E se o destino não fosse justo
As esquinas que se dobraram para minha história teriam me negado
Porque flertei com o prazer dos erros
Porque gostei de ser bizarro

Mas se meu toque não fosse sincero
Palavra nenhuma teria sido escrita

Nenhum comentário:

Postar um comentário