Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Cannabinópolis

Onde o vento é quente
Como o trago que arranha minha garganta
E que embranquece o breu das chatices
Trazendo-me a leveza dos sorrisos bobos

Nenhum comentário:

Postar um comentário