Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Anjo caído

Uhul! Corre, tropeça, cai, cospe, que se foda, olhar pro lado, clamar atenção, esperar, ficar embriagado, drogar-se. Tchadã, de repente... Ops, você está encrencado rapaz. Muito encrencado. Confusão perigosa, apego espontâneo. De onde você saiu ? De onde tirou essa faca que consegue ameaçar ? É horrível admitir tal domínio. Era incrível minha sorte em conseguir coisas, fatos e momentos. Geralmente eu exercia de maneira inteligente atos que me conduzissem a prazeres planejados, mas hoje tudo reverteu-se. Me preocupo sobre você estar usando toda essa situação de maneira estratégica, pra no final, é claro, o final acontecer de uma forma comum.
Ninguém se importa. Particularmente, eu não quero saber o que todos vocês sentem, mas admito que passando a fazer parte do time, comecei a entender o desespero antecipado. É pessoal, complicado, confuso pelo fato de tudo parecer um filme. Bom demais pra ser verdade. Hoje, pelo menos ainda tenho a possibilidade de escrever que o melhor está pairando. Estou conseguindo inalar o ápice, você me trouxe o sabor que faltava. Por favor, congele-se no meu mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário