Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 19 de junho de 2010

Queda

mendiguei minha esperança
pra poder sentir a fé.
E foi só fé.
Esperei, e só caí.

Perco hoje a coragem pra voltar ao velho medo.

Vou sorrir por simpatia
só pra não me apegar em ninguém, aprofundar em ninguém.

Minha fé fez ironia,
se fez de fé pra ser somente.

Enterro junto o meu ânimo
e cuspo em cima da emoção,
que me fez sentir o mal,
por esquecer de ter razão.
Esperto é quem se cala,
evita crer no não.

Também tiro minha máscara,
pois não sou o que faço.

Vou deixar de fazer rir,
já que deixei de me sentir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário