Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 7 de maio de 2016

Ana mulher

E o acaso lhe trouxe à nós
Numa nuance de incertezas e dificuldades
exasperando em medo quanto aos trâmites de bolsos
Tornando crianças todas as nossas estimas de adulto
Pondo definitivamente todos os sorrisos no lugar certo

Você já coube em meus braços
Enquanto coube à mim me descobrir teu irmão
Aguçando meus sentimentos pra que eu pudesse sentir por você
Ser por você, estar com você
Acompanhando os primeiros passos de uma estrela que se pôs a brilhar

Aprendi com seus sorrisos que o amor dormia no quarto ao lado
E que a saudade apertava em forma de dor em todos os instantes em que tive que partir
Mas por você Ana Laura, Amanda e meus pais
Voltei pra colher o que jamais encontrarei em nenhum outro lugar do mundo
O amor em seu estado mais puro
Compartilhado por quem carrega o meu sangue.

Amor de irmão é incontestável
É a legítima instância onde o bem transpassa o mal
E faz transbordar os olhos, o peito e a mente

O mundo é grande e você vai ser o que quiser
Ana menina, Ana Linda, Ana Laura, Ana mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário