Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 29 de agosto de 2015

Quando dançam minha música

Basta a ressonância do primeiro acorde para eu me deleitar
Debruçar-me por completo na melodia que ecoa
De olhos fechados
Completamente envolto

Sons que se desenham em minha alma
Materializados pela pulsão de minhas mãos
Pela efervescência que me inquieta
E se afirma como percursora

Soa como um grito
De um coração que bate na mesma velocidade da música
Que sobe pela espinha em forma de energia
E se esvai como redenção nas pequenas gotas de sangue entre meus dedos

Vasão de sentimentos capazes de fazer dançar
De dentro pra fora
Honesto
Sincero



Nenhum comentário:

Postar um comentário