Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Colisão

Quando as verdades não baterem
Quando a calma cair em ruínas
Os passos se desorientarão
Os olhares ficarão incrédulos

Qualquer posição soará como imposição
Bocas se distanciarão
O orgulho arderá com vigor
Todos os planos virarão impossibilidades

A ganância pelo bem confunde
O tempo todo pela ideia de construção vai contra a humanidade dos homens
É nosso tato de mundo
É a invenção dos prepotentes

Existe um peso
Um jargão que envolve o corpo por completo
Mas as rédeas que tentam manter o controle
Cairão pelo vazio da verdade absoluta