Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Pepita

Em plena fossa abissal onde me encontrava embriagado
tive o prazer de desconcertar todas as definições de relação do nosso tempo.
Foi onde agi a vontade, sem pressão pra que eu me tornasse um troféu de estante.
A rosa choveu, caiu em cheio pelo meu interesse carnal.

Expectativas que deviam se cumprir foram quebradas sem nenhuma perspectiva.
Sem rótulos, sem paradigmas.
Quando há honestidade em mostrar quem você é de fato, há reciprocidade.
Sem demagogias, sempre por respeito.

Estenda os braços e abrace o mundo.
Do pouco que pude lhe ensinar talvez o principal não tenha sido notado.
Amor existe no plural e é impossível na singularidade.
Você emergiu e agora é livre.

Garimpei a pepita que agora brilhará aos olhos de quem souber apreciar seu coração.




Nenhum comentário:

Postar um comentário