Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

7 dias

A complexidade em tornar perfeito,
tão simples por estarmos juntos.

O passado inexistiu,
por constante ser nosso presente.
Defeitos eram irrelevantes,
em nossa sede de convívio.

Nada egocêntrico.
Nada de egoísmo.
Amor, amor de irmão.

Nasceu em uma apreensão.
Cresceu em nossas vontades.
Morreu então, sendo hoje memórias.
De volta a nossa realidade,
a dor em não poder reviver.

Dias de risos.
Dias de choros.
Os melhores.

Fomos 13,
em uma mesma alma.

Um comentário:

  1. Lindo mano, descreveu meu sentimento durante esses dias em poucas palavras... e lendo isso agora, as lagrimas correm ao rosto, justamente por saber, que tudo agora são lembranças e muita saudade!!

    ResponderExcluir