Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Suicídio

Convivência burocrática,
decadência racional.
Simpatia enganosa,
conformismo de um mal.

Deus ?
Deus não me ouviu,
me deixou falar sozinho.
Deus não me zelou,
nunca me quis,
me abandonou.

Cruz de um carma,
a indignação pela própria culpa.
Ausência de espírito,
pressão sob uma arma.

Pensamento alienado,
na coragem a ser tomada.
Receio em viver,
encarnação fracassada.

O verdadeiro egoísmo,
seja talvez insistir.
Buscar a paz interior,
do próprio corpo desistir.

A esperança,
na melhoria pela ausência.
Deixar que sigam seus caminhos,
sem sentirem sua presença.

Fazer do fim,
um recomeço à quem te ama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário