Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Cordeiro incapaz

Vejo nos olhos das pessoas,
a esperança conformada.
O impossível fracassado.
O futuro abdicado.

Vontades que somente serão vontades
em uma vida que nunca virá.

Eu vejo tudo isso desperdiçado.
A auto-depressão pelo abandono.

Foi fé.
Foi verdadeiro.
Toda crença de mudança,
hoje então nunca.
Pois o fim nasceu,
matando a todos os acomodados.

Hoje,
Brilha o desespero nos olhos cabisbaixos.
A expressão de abatimento,
o conformismo com o não, de uma utópica esperança.
Uma vida inteira de sonhos,
Jogada fora !

Pode ser eu.
Pode ser você.

Não se resuma em vontades,
ou será o próximo a lamentar-se diante de um espelho.
Somos carne e osso,
igualmente aos nossos ídolos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário