Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 13 de abril de 2010

ilícito

O que te move ?
No meu mundo eu sou o rei.
Só lamento à todos neurônios que queimei,
em todos tragos que eu dei.

Essa realidade eu escondi,
do caminho certo eu fugi
e até agora não parei.

Doce veneno,
que se mascara no prazer
que te ilude e faz achar que tem poder.

Pobre anjo,
que perdeu a voz
Diante do ouvido surdo,
e dos olhos que enxergam apenas os próprios pés.

Maldito comodismo,
que enfim, me fez libertar a pessoa podre que criei !

A mentira chegou a mim,
e hoje caminha ao meu lado.
Já não omito pra sobreviver
e sim,
porque é isso que eu sei,
e no caminho que criei
o que me moveu,
fui eu.

Os pecados que exerci
Não mais corroem minha carne.
O vermelho do meu sangue leva também o tóxico que existe aqui.

Me controlar,
Juro que tentei.

Um comentário: